Terça, 25 de Junho de 2024 11:19
(93) 99227-6189
Notícias Regionais EDUCAÇÃO CONECTADA

Governo garante conectividade e internet de qualidade em todas as escolas estaduais do Pará

Ao todo, serão 1.650 antenas instaladas, além da garantia de manutenção e suporte técnico constantes nas 898 escolas da rede pública de ensino

10/06/2024 17h36 Atualizada há 2 semanas
Por: Redação / Blog QP Fonte: Secom Pará
Crédito: Marco Santos / Ag. Pará
Crédito: Marco Santos / Ag. Pará

O Governo do Pará segue com o trabalho focado para que a Educação no Estado avance com mais qualidade em todos os municípios e, por meio da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), mais um passo foi dado rumo a esse objetivo. Nesta segunda-feira, 10, o governador, Helder Barbalho, anunciou o programa "Kit Bora Estudar", um investimento inicial de R$ 340.725.000 em antenas Starlinkg de internet via satélite para todas as escolas da rede estadual de ensino. Ao todo, serão 1.650 antenas instaladas, além da garantia de manutenção e suporte técnico constantes nas 898 escolas da rede pública de ensino.

"O problema era como fazer com que cada escola do Estado do Pará pudesse ser um ponto de conexão e nós pudéssemos fazer com que o acesso, através da internet a este conteúdo, pudesse efetivamente acontecer e, no dia de hoje, nós alcançamos a marca de 100% das escolas do Pará conectadas à internet, por meio de um contrato que o Estado faz com a Starlink, que permitirá que cada escola possa ter uma antena da Starlink e com isso nós possamos estar com cobertura 100%", destaca o governador.

Helder Barbalho aproveitou o momento para agradecer ao Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), ao Tribunal de Contas do Estado (TCE), que promoveu um importante diagnóstico sobre a necessidade de avançar com relação à conectividade e internet nas escolas estaduais.

"Quero fazer aqui um registro de agradecimento ao Tribunal de Contas dos Municípios e também ao Tribunal de Contas do Estado, que promoveram um importante diagnóstico, apresentando o quanto precisávamos avançar neste sentido e hoje, estamos aqui para entregar esta política pública, garantindo que todas as escolas possam estar com conectividade, e claro, quando você conecta uma escola com a internet, você está permitindo que essa comunidade também tenha acesso à internet e consequentemente possa estar conectada à rede mundial de comunicação", destacou o governador do Pará, Helder Barbalho.

Com internet de qualidade em alta velocidade, a primeira fase do programa "Kit Bora Estudar", contém antena Starlink e garante a manutenção e suporte contínuos para as escolas. Nesta primeira etapa, 894 antenas serão instaladas nas escolas prioritárias. Já na segunda etapa, 756 antenas serão instaladas nas demais escolas estaduais. O equipamento garante velocidade de 200mbs para o desenvolvimento de atividades pedagógicas e para apoiar estudantes e equipes escolares.

Conforme o secretário de Educação do Pará, Rossieli Soares, este é um momento histórico para a Educação. "É um dia muito feliz, histórico e especial. Estávamos aqui falando de conectividade e, antes de cumprimentar todas as autoridades, quero cumprimentar, de maneira muito especial, as escolas que estão aqui representadas porque elas representam todas as escolas do Pará. Muitas estão nos assistindo à distância e algumas não estão nos assistindo à distância porque não têm conectividade, porque não têm condições de ter acesso, e isso vai acabar no Pará, que será o primeiro Estado a estar 100% conectado", afirmou o titular da Seduc.

Ainda conforme o secretário, "essas escolas, em algumas regiões do Estado, têm a mesma coisa em comum, que é o desafio de conectar, é o desafio de equipamentos e esse é o desafio que desde o início o governador tem nos dito, que é: não podemos ficar para trás no Estado do Pará". "O Centro de Mídias transmite aulas para muitas comunidades e hoje todos nós estamos conectados ou com celular, ou com outras tecnologias e o que não pode mais acontecer é a gente não usar a tecnologia em favor da educação e, apesar de estarmos aqui obviamente comemorando esse momento histórico de conectividade, temos que deixar uma coisa muito clara para todos nós: nada substitui o professor presencialmente dentro da sala de aula, isso é muito importante", afirmou.

Rossieli fala ainda que é essencial que os professores saibam utilizar a tecnologia a favor do ensino e a Seduc vai continuar dando todo o apoio com formações. "Nós, professores, profissionais da Educação, temos que lembrar que nós já não vivemos mais sem a tecnologia e nós precisamos utilizar a tecnologia dentro da sala de aula. Se essa galerinha que está chegando já vem mais conectada, nós temos que nos formar. E aqui vai ter evento de formação muito forte para a gente apoiar. Não tenham medo de usar a tecnologia, porque assusta, né? A gente vai conversar com a ‘molecada’ e eles sabem muito mais do que a gente, o que é uma dificuldade, mas nós podemos nos adaptar", destacou o secretário Rossieli Soares.

Para o estudante Arthur Sampaio, que cursa a 3ª série do Ensino Médio na Escola Estadual Dom Calábria, no município de Marituba, na Região Metropolitana de Belém (RMB), o "Kit Bora Estudar" vai mudar a rotina dentro da sala de aula, dando mais oportunidades de aprendizado.

"A expectativa está muito alta e boa para receber esse kit porque com o acesso à internet, muitos alunos que não têm internet em casa, não têm esse acesso em casa, vão poder acessar sites, vão poder ler ebooks online. Lá na Escola Dom Calabria a gente usa um aplicativo maravilhoso para e-books, só que muitas vezes os alunos não têm acesso à internet para utilizar o aplicativo e eu acredito que agora vai facilitar a distribuição do conhecimento para que todos os alunos possam participar de forma efetiva e eficiente no aprendizado. Eu acredito que isso vai incentivar a gente a estudar mais porque com mais recursos a gente vai ter mais acesso a essas oportunidades e os alunos vão criar mais interesse em novos conteúdos e queremos aproveitar isso porque a internet é um mundo e vai mudar completamente a nossa rotina dentro de sala de aula", comentou.

Centro de Mídias da Educação Paraense (CEMEP) - Na Seduc, o Centro de Mídias da Educação Paraense é responsável pela oferta da educação regular presencial mediada por tecnologia, que é uma alternativa para atender estudantes que vivem em regiões remotas do estado e garantir que ninguém fique para trás. Nesta segunda-feira (10) o Governo do Estado e a Seduc potencializam o alcance e atuação do CEMEP ao anunciar o envio de kits para mais de 180 novas salas, para levar o Ensino Médio para 180 novas localidades. Nas salas de aula, são instalados equipamentos como, televisão, microfone, webcam, nobreak, notebook e armário, garantidos com o investimento do programa Kit Bora Estudar. Com o investimento, o CEMEP mais do que dobra o número de localidades e de estudantes atendidos, passando a alcançar e beneficiar 314 localidades e 11,6 mil estudantes.

No município de Inhangapi, na Região de Integração do Guamá, os estudantes das turmas do Centro de Mídias da Educação Paraense (CEMEPA) da localidade Gleba Pernambuco, já receberam o Kit Bora Estudar e contam como a iniciativa tem melhorado e transformado a maneira de estudar. “Tem sido uma experiência ótima, eu aprendo bastante no dia a dia nos estudos. O kit chegou lá na escola e está ajudando muito, mudando nossa rotina de aprendizado. Por exemplo, quando ficamos em dívida, agora podemos pesquisar. A qualidade da internet é ótima, não trava, é ótimo", avaliou a estudante Melissa Pantoja, da 2ª série do Ensino Médio da turma do Centro de Mídias da localidade Gleba Pernambuco.

Conforme a professora mediadora do CEMEPA, Tamiris Paixão, a iniciativa vai colocar a educação paraense em outro patamar. “Vai melhorar muito o dia a dia de ensino aprendizagem porque são alunos ribeirinhos, são alunos de comunidades distantes e com esse acesso facilitado à internet vai abrir um leque de oportunidades e de opções para eles, para que eles possam se conectar com o resto do mundo, para que eles possam fazer pesquisas, estudar de outras formas. Então levar esse acesso para eles é de fundamental importância para dar mais embasamento, para que eles possam se conectar com o mundo, na verdade. E isso com certeza é um diferencial para educação paraense, a gente vai estar em outro patamar, outro nível agora de conhecimento, de práticas pedagógicas, de atividades que a gente vai poder desenvolver, então com certeza para os alunos e para, nós, professores, vai ser um grande diferencial", avaliou a docente.

Texto: Fernanda Cavalcante / Ascom Seduc

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Santarém, PB
Atualizado às 10h06
28°
Parcialmente nublado

Mín. 19° Máx. 33°

28° Sensação
3.44 km/h Vento
46% Umidade do ar
86% (0.52mm) Chance de chuva
Amanhã (26/06)

Mín. 20° Máx. 32°

Tempo limpo
Amanhã (27/06)

Mín. 21° Máx. 32°

Chuvas esparsas
Ele1 - Criar site de notícias